5 Primordiais Causas que levam à Impotência Sexual


A impotência sexual, que impede o homem de ter ou sustentar a ereção do pênis, deve ter infinitas causas, que vão a partir de desvantagens de depressão, traumas, tabagismo, alcoolismo, drogas, uso excessivo de certos remédios até doenças hormonais. 

Também conhecida como disfunção erétil, a impotência sexual não deve ser subestimada e quanto mas rápido se procurar ajuda profissional, mais grandes serão as chances de resolver o obstáculo e regressar a ter uma vida sexual ativa. 

Produtos para auxiliar no tratamento aparecem aos montes, por exemplo um muito conhecido é o produto Macho Macho que ajuda no processo de reparação. 

Temos ainda outros como a Maca Peruana e numerosos outros estimulantes que fazem uma boa diferença no resultado final. 
Como já foi dito, varias podem ser as causas que levam á impotência sexual, porém, resolvemos listar abaixo as mais comuns, confira: 

1. Consumo condenável de bebidas alcoólicas 

Que álcool, tabaco e drogas não fazem bem ao organismo, como um todo, isso não é novidade, porém, muita gente nem imagina que além de afetar negativamente o corpo, bebidas alcoólicas, cigarro ou drogas em excesso também afetam a localidade genital, dificultando a circulação do sangue que é necessário para iniciar e sustentar a ereção, e mas, as drogas, devido às alterações psicológicas que ocasionam, levam também ao distanciamento do mundo real. 

Pequeno número de das drogas que são mais frequentemente relacionadas à disfunção erétil incluem a cocaína, a cânhamo ou a heroína, por exemplo. 

Então, homens que fumam ou que consomem bebidas alcoólicas em excesso, ou se drogam, ao longo dos anos costumam apresentar maior para ter uma ereção, podendo terminar desenvolvendo a insuficiência sexual. 

2. Depressão e outras doenças psicológicas 

Não vamos poder deixar de citar as doenças psicológicas, como a depressão ou os transtornos de ansiedade que, muitas vezes, acabam causando sentimentos negativos como pânico, impaciência, nervosismo e contrariedade, deixando o homem inseguro e muito pouco à vontade durante o ato sexual. 

3. Uso prolongado de remédios 

De modo infeliz, o que muitos homens não imaginam, é que número reduzido de remédios utilizados para lidar problemas como pressão subida ou depressão, podem ter um efeito colateral no final das contas, levando à insuficiência. 

Os casos mas comuns foram observados após o uso distendido de antidepressivos, anti-hipertensivos ou antipsicóticos, embora diversos outros possam motivar o entrave. 

Desse modo, a indicação é conversar com seu dr. para se conferir dos possíveis efeitos colaterais do tesão de vaca, particularmente, quem faz uso de qualquer medicação por muito tempo, com o propósito de lhe receite um outro remédio. 

4. Excesso de peso ou obesidade 

Outro vilão da potência sexual é o excesso de peso que, justamente, pode motivar insuficiência por 2 motivos diferentes: por aumentar o risco de ter doenças cardiovasculares, como a aterosclerose, dificultando a circulação do sangue e impedindo a ereção; e por diminuir a produção do hormônio testosterona, que é o principal responsável pela libido no varão. 

Então, não deixe de manter o peso sob controle e praticar regularmente exercícios físicos, deste modo, vai estar combatendo a impotência sexual, principalmente quando se está acima do peso ideal. 

5. Diabetes e Desvantagens hormonais 

Para se ter uma ereção, é preciso que os vasos sanguíneos e os nervos da região genital estejam saudáveis, e no diabetes ocorre um prejuízo no funcionamento dos vasos sanguíneos e nervos. 
Do entupimento dos vasos, até a insensibilidade dos nervos que estimulam a ereção, existe um conjunto de fatores que favorecem a insuficiência. 

Por isso, é fundamental observar os níveis de açúcar no sangue, utilizando os medicamentos corretos, controlando a medicação e alimentação, além de praticar exercícios e ter acompanhamento médico. 

E mas, homens também podem suportar com desvantagens hormonais, pois é, e existem casos de homens que sofrem uma maior dificuldade em fabricar hormônios sexuais, como a testosterona, o que diminui a libido e deve acabar causando dificuldades para ter uma ereção.

Comentários